manutenção preventiva de equipamentos

Para garantir a eficácia dos sistemas de combate a incêndio, a manutenção preventiva dos equipamentos é, sem dúvida, essencial. Sabe por quê?

Quando se trata de segurança, essa prática é indispensável em qualquer ambiente, seja ele residencial, comercial ou industrial, para resguardar vidas, bens materiais e patrimônios.

Este guia completo abordará tudo o que você precisa saber sobre esse processo vital para a sua segurança. Boa leitura!

O que é manutenção preventiva de equipamentos de combate a incêndio?

manutenção preventiva consiste em um conjunto de procedimentos realizados periodicamente para inspecionar, testar e calibrar os sistemas e equipamentos de combate a incêndio.

Seu objetivo principal é prevenir falhas e garantir que os equipamentos funcionem perfeitamente em caso de necessidade, minimizando riscos e salvando vidas.

Por que a manutenção preventiva de equipamentos é importante?

manutenção preventiva oferece diversos benefícios que vão muito além da segurança. Confira!

Segurança

Equipamentos em bom estado garantem uma resposta rápida e eficaz em caso de incêndio, protegendo vidas e bens.

Redução de custos

A detecção precoce de falhas evita reparos mais complexos e dispendiosos no futuro, proporcionando economia a longo prazo.

Conformidade com normas

A legislação brasileira exige a realização periódica de manutenção preventiva, sob pena de multas e outras sanções.

No Brasil, por exemplo, a principal norma que trata desse assunto é a NBR 17240, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que estabelece os requisitos para a manutenção de sistemas de hidrantes e mangotinhos para combate a incêndio.

Tranquilidade

Por fim, saber que os equipamentos estão em boas condições proporciona tranquilidade aos ocupantes do local, concorda? Na prática, significa menos  estresse e aumento da produtividade.

Quais equipamentos requerem manutenção preventiva?

A lista de equipamentos que exigem manutenção preventiva é extensa, abrangendo desde os mais simples até os mais complexos.

Extintores de incêndio

Inspeção, recarga e testes de pressão.

Hidrantes

Verificação das condições físicas, mangueiras e válvulas.

Chuveiros automáticos (sprinklers)

Inspeção das tubulações, válvulas e sprinklers.

Alarmes de incêndio

Teste de funcionamento das sirenes, sensores e baterias.

Portas corta-fogo

Inspeção das condições físicas, fechaduras e vedações.

Iluminação de emergência

Teste de funcionamento das lâmpadas e baterias.

Sinalização de segurança

Verificação da visibilidade e legibilidade das placas.

Qual a periodicidade da manutenção preventiva de equipamentos?

periodicidade da manutenção preventiva de equiapmentos varia de acordo com o tipo de equipamento e as normas locais. No Brasil, a ABNT NBR 17240:2010 estabelece os prazos mínimos para cada tipo de equipamento.

Em geral, a manutenção preventiva deve ser realizada:

Mensalmente

Inspeção visual de todos os equipamentos.

Trimestralmente

Testes funcionais e calibração dos equipamentos.

Anualmente

Manutenção completa de todos os equipamentos.

Manutenção preventiva em diferentes tipos de ambientes

As necessidades de manutenção preventiva de equipamentos variam de acordo com o tipo de ambiente, você sabia? Por isso, é preciso estar atento aos prazos.

Residencial

Em casas e apartamentos, a manutenção preventiva geralmente se concentra em extintores de incêndio, alarmes de incêndio e detectores de fumaça.

Comercial

Em lojas, escritórios e edifícios comerciais, a gama de equipamentos a serem inspecionados é mais ampla, incluindo hidrantes, chuveiros automáticos, portas corta-fogo e sinalização de segurança.

Industrial

Já em ambientes industriais, onde os riscos de incêndio são maiores, a manutenção preventiva deve ser ainda mais rigorosa.

Portanto, deve abranger sistemas complexos de combate a incêndio, como bombas de água contra incêndio e sistemas de ventilação com exaustão de fumaça.

Segurança contra incêndio

Talvez, o que poucas pessoas sabem, é que a manutenção preventiva é apenas um dos pilares da segurança contra incêndio.

Agora, para garantir um ambiente realmente seguro, outras medidas também são igualmente importantes. Listamos a seguir!

Elaboração de um plano de segurança contra incêndio 

Este plano deve conter as medidas a serem tomadas em caso de incêndio, incluindo rotas de fuga, pontos de reunião e procedimentos de combate ao fogo inicial, se for seguro fazê-lo.

Treinamento dos ocupantes

Os ocupantes do local devem ser treinados para utilizar os equipamentos de combate a incêndio e saber como proceder em caso de emergência.

Isso inclui saber acionar o alarme, evacuar o local de forma segura e conhecer os pontos de encontro designados.

Simulados de incêndio

A realização regular de simulados ajuda a testar a efetividade do plano de segurança e familiarizar os ocupantes com os procedimentos de evacuação.

Simulados bem elaborados contribuem para uma resposta rápida e coordenada em caso de emergência real.

Por que investir na segurança do seu ambiente?

Você já conhece alguns dos principais motivos pelo qual deve assegurar a segurança, seja da sua residência ou trabalho. É uma decisão inteligente e, mais do que isso, necessária!

Segurança das pessoas e bens

Equipamentos confiáveis aumentam a chance de controlar um incêndio inicial, minimizando perdas humanas e materiais.

Redução de custos

A manutenção preventiva evita gastos com reparos emergenciais caros e imprevistos, além de reduzir o potencial de danos causados por incêndios descontrolados.

Responsabilidade social

Por fim, ao priorizar a segurança contra incêndio, você demonstra comprometimento com o bem-estar das pessoas e contribui para a criação de um ambiente mais seguro para todos.

Como contratar um serviço de manutenção preventiva de equiamentos?

A esta altura, você deve estar se perguntando como contratar um serviço de manutenção. Não é uma tarefa complexa, mas exige algumas recomendações para garantir a qualidade do serviço e a segurança dos equipamentos.

Portanto, ao contratar uma empresa, certifique-se de que ela:

Possui licença do Corpo de Bombeiros

Essa licença garante que a empresa atende aos requisitos técnicos e legais para executar a manutenção de forma segura e adequada.

Especializada em manutenção preventiva de equipamentos 

Procure por empresas com experiência comprovada no setor e que disponham de técnicos qualificados para lidar com diferentes tipos de equipamentos.

Conta com profissionais treinados e experientes

A equipe técnica deve possuir o conhecimento e as habilidades necessárias para realizar a manutenção preventiva de forma correta e segura.

Utiliza equipamentos e ferramentas adequadas

A empresa deve dispor de equipamentos e ferramentas apropriadas para a inspeção, teste e calibração dos equipamentos de combate a incêndio.

Oferece garantia do serviço

A garantia assegura que a empresa se responsabiliza pela qualidade do serviço prestado e se compromete a corrigir eventuais falhas.

A manutenção preventiva de equipamentos de combate a incêndio não deve ser vista como um gasto, mas sim como um investimento em segurança.

É fundamental que os equipamentos estejam dentro dos parâmetros de regularização e qualidade.

Para isso, você pode contar com a Dimensão Incêndio, presente no mercado desde 2007, com atuação em todo o Brasil. Nos destacamos na fabricação de abrigos para hidrantes e metais hidráulicos, proporcionando todo o suporte necessário aos nossos clientes.

Entre em contato agora mesmo e descubra como podemos auxiliar no seu projeto!

Por fim, lembre-se: o Corpo de Bombeiros da sua região pode fornecer informações valiosas sobre a legislação local, a importância da manutenção preventiva e orientações para a elaboração de um Plano de Segurança Contra Incêndio.

Sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 5 =