equipamentos de segurança contra incêndio

O fogo é algo muito perigoso, causa danos materiais, pessoais e até mortes. Por isso é importante saber como evitá-lo e também como combatê-lo com equipamentos de segurança contra incêndio. Principalmente em ambientes de trabalho.

Indústrias, escritórios e grandes estabelecimentos comerciais estão, naturalmente, mais expostos aos riscos de um acidente envolvendo o fogo.

Mas ainda bem que existem os equipamentos de segurança contra incêndio, não é mesmo?

E para que você aprenda mais sobre eles, preparamos este post.

Acompanhe e saiba o que diz a lei, como se dá a certificação dos equipamentos e conheça ainda alguns que são indispensáveis. Boa leitura!

O que diz a legislação sobre equipamentos de segurança contra incêndio?

Com o intuito de promover a saúde e a segurança dos trabalhadores, o Ministério do Trabalho editou a norma regulamentadora NR 23 que fixa as medidas de segurança obrigatórias quando se trata de prevenção e combate ao fogo.

A NR 23 traz disposições gerais em que todos os locais de trabalho deverão possuir:

  • proteção contra incêndio;
  • saídas para uma rápida e segura retirada das pessoas do local, em caso de incêndio;
  • equipamentos de segurança contra incêndio suficientes para combater o fogo logo assim que ele se iniciar;
  • pessoas treinadas e capazes de fazer o uso correto dos equipamentos.

Traz também algumas outras medidas como sinalização adequada das saídas e posicionamento correto de extintores e demais equipamentos.

Como funciona a certificação de segurança?

No entanto, não basta a existência de equipamentos de segurança contra incêndios, é preciso que sejam equipamentos de qualidade e devidamente certificados.

A certificação desses equipamentos no Brasil é compulsória, de acordo com portaria do Inmetro para extintores de incêndio, bem como para indicadores de pressão para extintores de incêndio.

Outros equipamentos, devem seguir a respectiva norma técnica e podem ser certificados de forma voluntária.

São exemplos desses equipamentos: mangueiras prediais, chuveiros automáticos (sprinkers), porta corta fogo, etc.

Por sua vez, o processo de certificação não é nada simples. O equipamento passa por diversos testes e um rígido controle de qualidade antes de poder ser comercializado. Afinal, com segurança não se brinca.

Depois de certificado, é feita a manutenção do processo de certificação por meio de auditorias realizadas no fabricante para verificar a continuidade das características iniciais do produto e do modo de produção.

Esse acompanhamento da certificação acontece geralmente a cada seis ou doze meses, de acordo com cada programa e equipamento.

Equipamentos de segurança contra incêndio

Confira agora três equipamentos de segurança contra incêndios que são obrigatórios:

Extintores de incêndio

Este é sem dúvida, o equipamento de segurança contra incêndios mais comum e popular quando o assunto é controlar ou combater o fogo.

O extintor nada mais é que um tubo contendo substâncias que ajudam na eliminação dos focos de incêndio, sob pressão interna.

O conteúdo do seu interior pode ser:

  • água: utilizada em incêndios mais simples, quando há queima de madeira, tecido, papel etc.;
  • gás carbônico: deve ser usado quando o incêndio foi provocado por equipamentos elétricos;
  • pó químico: indicado para controlar incêndios causados por líquidos inflamáveis, pois interrompe o processo de combustão;
  • espuma mecânica: pode ser utilizada em qualquer tipo de incêndio.

Mangueira de incêndio

As mangueiras de incêndio são muito importantes no combate ao fogo, pois levam água dos hidrantes até os focos de incêndio de forma segura e flexível.

Elas também se incluem nos equipamentos de segurança contra incêndios.

São revestidas de poliéster e o seu interior é feito de borracha sintética vulcanizada. Além disso, podem ser encontradas em 3 diferentes versões:

  • mangueiras do tipo I: indicadas para serem usadas em edifícios residenciais;
  • mangueiras do tipo II: recomendadas para as indústrias e prédios comerciais;
  • mangueiras do tipo III: utilizadas pelos bombeiros e ligadas aos seus caminhões.

Detector de fogo e alarme

Os detectores são dispositivos instalados em locais estratégicos do imóvel. Eles são indispensáveis pois são os responsáveis pela identificação dos sinais de fumaça e calor, disparando o alarme.

Então, com o alarme soando, as pessoas são alertadas sobre o incêndio e orientadas para deixar o local imediatamente.

Dúvidas ou comentários sobre os equipamentos contra incêndio?

Entre em contato conosco ou consulte nosso catálogo.

Fabricamos produtos de alta qualidade, certificados e dentro das normas de segurança.

Se precisar, fique à vontade e peça seu orçamento seu compromisso.

Prevenção e Combate a Incêndio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X