foco de incêndio

Certamente, você já deve ter ouvido o termo “foco de incêndio”, mas sabe o que ele significa?

Para esclarecer o assunto, preparamos um texto completo que talvez ajude a reconhecer e prevenir situações de risco. Continue lendo e saiba mais.

Leia também:

Incêndio elétrico: o que o causa e como apagá-lo?

Quais são as principais causas de incêndio? Conheça todas elas e previna-se

O que é um foco de incêndio e como combatê-lo?

Também conhecido como foco de calor, ele é um ponto com temperatura acima de 47º C que pode representar incêndios ou queimadas. Inclusive, as chamas podem começar em um local ou mais.

Um foco é detectado por satélites de monitoramento localizados a cerca de 700 a 900 km de altitude.

Assim que identificado, quanto antes se tomar medidas para contê-lo, melhores e mais eficientes serão. Caso contrário, ele poderá se expandir e se descontrolar.

O fogo só existe quando há oxigênio, combustão e ignição. Por isso, seu combate precisa acontecer através da diminuição do oxigênio através de equipamentos como atomizadores e sopradores.

Outra opção para impedir a propagação incendiária é abrir aceiros com enxadas, rastelos ou um trator. Eles são faixas sem vegetação ao redor do local em queima, que impedirão seu avanço e crescimento.

Além disso, também são comuns os aceiros negros, com o próprio fogo. No entanto, essa técnica só deve ser utilizada por quem a domina muito bem para não gerar outro incêndio.

Após o controle e a extinção da origem, a preocupação se torna a recuperação da área atingida. Por exemplo, se as chamas destruíram áreas de vegetação nativa, a natureza vai se recuperar sozinha. Ainda assim, você precisará ficar de olho para evitar novos focos.

Se plantações forem atingidas, é necessário analisar o solo para saber o que exigirá correções, a nível nutricional, antes de novos plantios.

Equipamentos essenciais para dominar focos de incêndio

Como dissemos, a eliminação do foco de incêndio requer a diminuição do oxigênio com dispositivos específicos.

O atomizador é usado para jogar areia ou calcário, deixando o fogo sem oxigênio. Por outro lado, o soprador lança jatos de ar com velocidade acima de 90 m/s na base do incêndio.

Punição para quem provoca queimadas

O artigo 41 da Lei de Crimes Ambientais dispõe:

“Provocar incêndio em mata ou floresta – penas: reclusão de 2 a 4 anos e multa. Parágrafo único: se o crime é culposo, a pena é de detenção de 6 meses a um ano e multa.”

É considerada a intenção para determinar a devida punição, tanto em tempo quanto em multa. O valor varia entre R$ 1 a R$ 7,5 mil por hectare destruído.

Existem maneiras de se evitar um foco de incêndio?

Já falamos sobre como evitar certos focos de incêndio no nosso artigo sobre queimas florestais. Mas relembre algumas dicas:

  • Mantenha úmidas a terra e a vegetação ao redor de sua casa;
  • Não brinque com balões;
  • Não faça fogueiras nem queime seu lixo;
  • Nunca jogue bitucas de cigarro no chão.

Dimensão Incêndio: a parceira com quem você pode contar

A melhor forma de se proteger e cuidar do meio ambiente é e sempre será o conhecimento, certo? Ainda assim, é ótimo ter aliados experientes que ajudem a prevenir e controlar o fogo.

Para isso, conte conosco. Há mais de 10 anos no mercado, a Dimensão Incêndio oferece equipamentos de qualidade para combater labaredas. Inclusive, somos especialistas no suporte e nos acessórios certos para cada ambiente.

Conheça nosso site e solicite um orçamento!

CuidadosPrevenção e Combate a Incêndio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    X